Show simple item record

Giberelina, sombreamento e altura de poda na produção de brotações epicórmicas em Araucaria angustifolia (Bertol.)

dc.creatorde Almeida Maggioni, Renata
dc.creatorMoreno Gabira, Mônica
dc.creatorWedling, Ivar
dc.creatorZuffellato-Ribas, Katia Christina
dc.date2020-12-15
dc.date.accessioned2021-06-08T22:01:17Z
dc.date.available2021-06-08T22:01:17Z
dc.identifierhttps://revistas.tec.ac.cr/index.php/kuru/article/view/5536
dc.identifier10.18845/rfmk.v16i42.5536
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/2238/12731
dc.descriptionAraucaria angustifolia is a native Brazilian conifer of great economic importance. The difficulty of breaking apical dominance and induction/growth of multiple shoots is characteristic of the species, leading to difficulties in the production of mini-cuttings and formation of a lower open canopy for pinion production in orchards. Thus, this study aimed to evaluate the efficiency of gibberellin application, shading and different pruning heights in overcoming the apical dominance in araucaria seedlings. Seedlings with approximately 4 years old were submitted to three experiments, which were the application of gibberellin (0 mg L-1 GA3 and 500 mg L-1 GA3); shading (full sun and shade house) and different pruning heights (30 cm and 60 cm) from the seedling neck. The application of GA3 promoted smaller number of shoots than the control treatment (0 mg L-1 GA3). There was no influence of shading on shoot length. Pruning at 30 cm promoted the largest number of shoots. Thus, it can be concluded that the cutoff at 30 cm is indicated for the production of multiple shoots in A. angustifolia, neither GA3 application nor seedling shading are necessary for shoot growth.en-US
dc.descriptionAraucaria angustifolia é uma conífera nativa do Brasil de grande importância econômica. É característica da espécie a dificuldade de quebra de dominância apical e indução/crescimento de brotações múltiplas, levando a dificuldades na produção de brotações para miniestaquia e formação de copa com arquitetura mais baixa e aberta para produção de pinhão em pomares. Assim, objetivou-se avaliar a eficiência da aplicação de giberelina, o sombreamento e diferentes alturas de poda na superação da dominância apical em mudas de araucária. Mudas com aproximadamente 4 anos de idade foram submetidas a três experimentos implantados em delineamento inteiramente casualizado, sendo eles a aplicação de giberelina (0 mg L-1 GA3 e 500 mg L-1 GA3), o sombreamento (pleno sol e casa de sombra) e diferentes alturas de poda (30 cm e 60 cm) a partir do colo das mudas. A aplicação de GA3 promoveu menor número de brotações que o tratamento testemunha (0 mg L-1 GA3). Não houve influência do sombreamento no comprimento das brotações. A poda realizada a 30 cm promoveu maior número de brotações. Dessa forma, concluise que a decepa a 30 cm é indicada para produção de brotações múltiplas em A. angustifolia, não sendo necessária aplicação de GA3 e nem sombreamento das mudas para o crescimento das brotações.es-ES
dc.formatapplication/pdf
dc.languagespa
dc.publisherEditorial Tecnológica de Costa Ricaes-ES
dc.relationhttps://revistas.tec.ac.cr/index.php/kuru/article/view/5536/5250
dc.rightshttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0es-ES
dc.sourceRevista Forestal Mesoamericana Kurú; Vol. 18 Núm. 42 (2021): Enero-Junio 2021es-ES
dc.source2215-2504
dc.titleGibberellin, shading and pruning height in the production of epicormic shoots in Araucaria angustifolia (Bertol.) Kuntzeen-US
dc.titleGiberelina, sombreamento e altura de poda na produção de brotações epicórmicas em Araucaria angustifolia (Bertol.)es-ES
dc.typeinfo:eu-repo/semantics/article
dc.typeinfo:eu-repo/semantics/publishedVersion


Files in this item

FilesSizeFormatView

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record